1- Por que eventualmente recebo um telefonema do farmacêutico dizendo haver dúvida na receita e a necessidade de uma confirmação com o médico, atrasando a entrega do meu medicamento?

Porque em cada setor da farmácia existe um farmacêutico que faz a verificação da receita  antes da manipulação. Caso exista alguma dúvida em relação à dosagem, modo de usar ou letra, a receita é separada para o contato com o médico e o cliente é informado sobre a nova data de retirada. Agradecemos a compreensão. Trata-se de segurança.

2- Faço medicamentos regularmente e cada vez as cápsulas apresentam uma cor. Isso altera o meu medicamento ou pode interferir no meu tratamento?

Não. As cores das cápsulas variam a cada aquisição nos fornecedores. Isto não significa que haja diferença na medicação em si, apenas a cor da cápsula utilizada mudou.

3- Posso continuar utilizando o meu medicamento mesmo após tendo passado o prazo de validade?

O fato do produto vencer em determinada data não significa que no dia seguinte ele não esteja em condições de uso. Entretanto, não recomendamos  a utilização de nenhum produto após expirado o prazo de validade, mesmo estando com as características originais.

4-Posso ingerir bebidas alcoólicas durante a vigência de meu tratamento?

É absolutamente recomendado que não se tome bebidas alcoólicas durante o tratamento com qualquer tipo de medicamento. Podem ocorrer interações entre o álcool e o medicamento.

5-Por que o prazo de validade de medicamentos manipulados é menor do que os industrializados? E por que os prazos de validade variam a cada farmácia?

Porque os medicamentos manipulados são feitos artesanalmente, um a um, sem a utilização de equipamentos industriais. São chamados produtos extemporâneos, ou seja, têm uma vida de prateleira mais curta. A variação dos prazos de validade nas farmácias deve-se às técnicas utilizadas por cada uma.

6- Por que os preços em farmácias de manipulação variam tanto?

A formação de preços em uma farmácia de manipulação está diretamente relacionada ao cumprimento de várias questões legais como o registro correto dos funcionários nas suas funções, e de normas estabelecidas pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) tais como: laboratórios separados para cada tipo de fórmula, incluindo cápsulas, dermatologia, hormônios, antibióticos e substâncias de baixo índice terapêutico, laboratório de Controle de Qualidade para análise de matérias-primas, coleta de resíduos químicos, convênios com laboratório de Controle de Qualidade para análises de água, matérias-primas e bases galênicas, farmacêuticos presentes em todas as unidades, dentre outras. Todos estes procedimentos são obrigatórios e geram custos.

7- Posso colocar um pouco de cápsulas em outro pote e deixar no meu trabalho?

Recomendamos que nunca se tire o medicamento da embalagem original que está devidamente rotulada com a composição correta

8- Devo tomar meu medicamento com leite ou água?

Em geral os medicamentos não devem ser ingeridos em jejum, para se evitar eventuais desconfortos. Por isso a indicação de se tomar com leite. Entretanto, alguns tipos de medicamentos reagem com o cálcio presente no leite, sendo recomendado ingerir com suco ou água, outros devem ser ingeridos em jejum, ou seja, existem particularidades diferentes para cada medicamento. Portanto, deve-se seguir sempre a orientação do médico ou do farmacêutico quando ao correto modo de uso.

9 – Quando o médico não especifica horário, a que horas devo ingerir meu medicamento? É melhor tomar com o estômago cheio ou em jejum?

Isto depende diretamente do medicamento a ser utilizado. É absolutamente necessário que a dúvida seja sanada com o médico ou farmacêutico.

10 – por que às vezes no meu medicamento tem um etiqueta informando que a quantidade  de cápsulas dobrou e tenho que tomas duas cápsulas invés de uma?

Algumas matérias-primas possuem variações nas diluições ou teores a cada lote comprado. Isto exige constantes atualizações em relação aos seus fatores na hora de pesar as matérias-primas. Estas variações, somadas também às diferenças no tamanho da partícula do pó, fazem com que a quantidade de substância colocada em cada cápsula possa variar para que se tenha a dose exata solicitada na receita médica e às vezes o pó não cabe em uma cápsula só, sendo necessário dobrar, triplicar, etc. a quantidade de cápsulas.

11- Por que determinados produtos têm que ser conservados na geladeira? Se eu for viajar, posso levar meu produto?

Porque algumas substâncias são sensíveis ao calor e conservam melhor suas propriedades quando armazenadas em temperaturas mais baixas. Caso você necessite levar seu produto em alguma viagem, não há problema. Apenas evite que ele fique exposto ao calor durante a viagem.

12- Não me lembro se tomei o remédio hoje. Posso tomá-lo?

Na dúvida não tome, e entre em contato com o médico para orientá-lo.

13- O que são cápsulas gastro-resistentes? Para que servem?

As cápsulas gastro-resistentes recebem um tratamento com um líquido que as tornam impermeáveis aos ácidos do estômago, fazendo com que os medicamentos sejam absorvidos no intestino. São utilizados em casos de pacientes com sensibilidade no estômago ou para proteger certos medicamentos da ação de ácidos estomacais.

14- Por que não posso comprar medicamentos sem receita médica?

De acordo com a legislação, as farmácias de manipulação somente podem manipular fórmulas baseadas em prescrições médicas.

15 – Não consigo engolir a cápsula. Posso abrí-la e tomar o pó que tem dentro?

Pode, desde que todo o conteúdo da cápsula seja ingerido. Entretanto, os medicamentos costumam ter sabor desagradável. A sugestão é que você informe o farmacêutico sua dificuldade de engolir para que possamos sugerir ao médico manipular seu medicamento em forma de líquido ou sachets, quando possível.

16 – Posso pedir ao meu médico que envie a receita diretamente à farmácia para que eu apenas vá retirar quando estiver pronta?

Não. É absolutamente proibido o envio de fórmulas por clínicas e consultórios médicos diretamente à farmácia. O paciente deve ter sempre a receita em mãos no término da consulta, para que possa optar em fazer seu medicamento na farmácia que desejar.

17 – Qual a diferença entre cápsulas coloridas e incolores? Por que a cápsula colorida pode fazer mal ao estômago?

As cápsulas  gelatinosas podem ser transparentes ou receber um tingimento com um corante. Os corantes utilizados para dar cor às cápsulas podem atacar o estômago de pessoas sensíveis. A sugestão é a utilização de cápsulas incolores sempre que possível.

18- Não me senti bem com os medicamentos receitados pelo médico. O que devo fazer?

Interrompa o tratamento e imediatamente entre em contato com o médico, para informá-lo sobre os efeitos colaterais provocados pelo medicamento.

 Fonte: Pharmácia Essencial