A adoção de cães e gatos têm se tornado uma prática cada vez mais comum entre as pessoas. Muitos fatores contribuem para que esse tipo de ação seja vista de forma positiva, como a diminuição dos animais abandonados. Mesmo com o intenso trabalho de diversas ONGs e sociedades protetoras, em São Paulo, todos os dias são abandonados mais de 60 animais, somente no centro de Zoonoses. Adotando um animal que foi deixado na rua você estará ajudando a diminuir esse triste número, que cresce cada dia mais.

Adotar um pet, além de trazer alegria ao lar, também faz muito bem para o próprio animal, que agora vai ter seu próprio espaço e não vai mais precisar viver na rua ou em um lugar onde ele se sinta abandonado e não acolhido. Já imaginou, pegar um cachorro ou um gato em um abrigo e dar a ele o carinho e todos os cuidados que ele realmente merece? Sem contar a satisfação em ter contribuído para a vida deste animal, o que de fato, não tem preço.

Faça a adoção de forma consciente. Não se esqueça que se trata de uma vida que merece dedicação, amor, cuidado e respeito. Adotar um cão ou um gato é ganhar uma enorme fonte de carinho.

Não se esqueça de levar seu novo melhor amigo em um hospital veterinário para fazer exames de rotina. Ame e divirta-se com seu PET, sem moderação.

Fonte: Animal Care Ipiranga – Hospital Veterinário

Dentro do manual do veículo estão quase todas as informações que o proprietário deve saber para evitar a destruição prematura do automóvel. Nele você, usuário de automóvel, encontrará os cuidados necessários com a troca do óleo lubrificante, filtros e a periodicidade de troca. É de assustar a falta de conhecimento de muitos sobre o assunto. Não sabem qual tipo de óleo o carro utiliza, não sabem a diferença entre as mais diferentes qualidades de óleo, não sabem a diferença de um óleo mineral, semissintético e 100% sintético, não sabem quantos quilômetros o óleo especificado pelos fabricantes pode ser utilizado e nem em quais condições de uso o óleo deve ser substituído. Estando em completa ignorância sobre o assunto, os usuários ficam à mercê dos erros e atitudes oportunistas dos frentistas de postos de combustíveis e dos trocadores de óleo, que pouco ou nenhum conhecimento possuem sobre lubrificantes. Isso sem falar na atitude de muitos que acham que filtros devem ser decorativos, pois chegam a pedir a troca de óleo sem a substituição do filtro de óleo lubrificante.

Existem grandes empresas que investem verdadeiras fortunas em pesquisas e testes para formularem óleos com aditivação correta para a melhor preservação do seu veículo e, a partir dessas pesquisas, são elaboradas normas técnicas que vão ditar as regras para a fabricação dos lubrificantes. Infelizmente, no Brasil, a punição para fabricantes irresponsáveis ainda é insignificante, permitindo que seja despejado no mercado de lubrificantes verdadeiros lixos que são largamente consumidos por usuários de veículos completamente ignorantes  das necessidades do veículo.

Assim como você não tempera uma salada com óleo de soja, e sim com azeite de oliva, que é benéfico à saúde do corpo e aguça o paladar, fique sabendo que só você pode fazer a diferença sobre quanto tempo você utilizará seu carro sem problemas mecânicos por desgaste prematuro. Aprenda sobre o que é vital ao motor do seu automóvel, e principalmente se você não está rasgando dinheiro. O benefício do conhecimento sobre seu automóvel lhe trará uma economia considerável com o passar dos anos, além de manter seu automóvel valorizado na hora da venda.

Aimoré Homsi

Diretor Executivo da Tuarege Automotiva

Todos queremos ter saúde. Mas saúde não é uma coisa que temos e sim uma qualidade que somos. Ser saudável é uma arte em nossa convivência. Vai do começo ao fim da vida.

Uma parte depende de nós mesmos, e outra das ajudas que damos e recebemos. É importante ser saudável de corpo e de mente. Há uma série de atividades distribuídas nos sete dias da semana, uma espécie de pirâmide da Saúde:

  • Dieta alimentar: Seis dias na semana, tomar alimentos saudáveis de acordo com o próprio organismo e suas atividades. Isto vale para o corpo e mente. Quem se alimenta só de coisas e ideias inconsistentes se torna inconsistente. Mas um dia por semana vale relaxar, e isso faz bem.
  • Alongamentos diários de corpo e mente: A flexibilidade depende de alguns exercícios diários. Do lado físico bastam uns 10 minutos por dia. A mente também precisa de flexibilidade, assumir nossas diferenças, alongar nossa capacidade de compreensão e ajuda mútua. Isso vale para a vida toda.
  • Sono e repouso: cinco dias da semana, cuidar do sono e descanso. Mente e corpo precisam de descanso para recuperar energias. Às vezes precisamos nos concentrar nas atividades, mas dosar bem, senão prejudica a saúde.
  • Exercícios circulatórios: em quatro dias da semana, fazer exercícios para circular o sangue e também as ideias, para não ser sedentário e ter também mente aberta.
  • Exercícios intensivos: em três dias da semana, fazer exercícios físicos mais exigentes que levem a suar. Esforço mental, fazer o que não gosta, resolver problemas fazem bem. Quem busca só o lado fácil da vida afunda na primeira dificuldade.
  • Alimentar o lar da confiança: em dois dias na semana, dar atenção ao que alimenta nossa confiança. Boas amizades devem ser cultivadas. Nutrir os valores que dão energia interior e nos defendem nas decepções.
  • Encontro mais intenso com Deus: uma vez por semana ter tempo reservado para pensar, alimentar e meditar no sentido de nossa vida e em Quem nos guia nos altos e baixos. Mesmo quem não tem religião precisa desse encontro mais profundo com o sentido da vida. Ser saudável depende muito de nós, de nossos hábitos e iniciativas. Pela fé sabemos que Deus nos acompanha com carinho em cada passo da existência.

Fonte: Revista de Aparecida – setembro 2019