Todos queremos ter saúde. Mas saúde não é uma coisa que temos e sim uma qualidade que somos. Ser saudável é uma arte em nossa convivência. Vai do começo ao fim da vida.

Uma parte depende de nós mesmos, e outra das ajudas que damos e recebemos. É importante ser saudável de corpo e de mente. Há uma série de atividades distribuídas nos sete dias da semana, uma espécie de pirâmide da Saúde:

  • Dieta alimentar: Seis dias na semana, tomar alimentos saudáveis de acordo com o próprio organismo e suas atividades. Isto vale para o corpo e mente. Quem se alimenta só de coisas e ideias inconsistentes se torna inconsistente. Mas um dia por semana vale relaxar, e isso faz bem.
  • Alongamentos diários de corpo e mente: A flexibilidade depende de alguns exercícios diários. Do lado físico bastam uns 10 minutos por dia. A mente também precisa de flexibilidade, assumir nossas diferenças, alongar nossa capacidade de compreensão e ajuda mútua. Isso vale para a vida toda.
  • Sono e repouso: cinco dias da semana, cuidar do sono e descanso. Mente e corpo precisam de descanso para recuperar energias. Às vezes precisamos nos concentrar nas atividades, mas dosar bem, senão prejudica a saúde.
  • Exercícios circulatórios: em quatro dias da semana, fazer exercícios para circular o sangue e também as ideias, para não ser sedentário e ter também mente aberta.
  • Exercícios intensivos: em três dias da semana, fazer exercícios físicos mais exigentes que levem a suar. Esforço mental, fazer o que não gosta, resolver problemas fazem bem. Quem busca só o lado fácil da vida afunda na primeira dificuldade.
  • Alimentar o lar da confiança: em dois dias na semana, dar atenção ao que alimenta nossa confiança. Boas amizades devem ser cultivadas. Nutrir os valores que dão energia interior e nos defendem nas decepções.
  • Encontro mais intenso com Deus: uma vez por semana ter tempo reservado para pensar, alimentar e meditar no sentido de nossa vida e em Quem nos guia nos altos e baixos. Mesmo quem não tem religião precisa desse encontro mais profundo com o sentido da vida. Ser saudável depende muito de nós, de nossos hábitos e iniciativas. Pela fé sabemos que Deus nos acompanha com carinho em cada passo da existência.

Fonte: Revista de Aparecida – setembro 2019